• Selma Mello

MARINHO DA ESTIVAS REQUER TETO MÁXIMO DE INSALUBRIDADE PARA OS PROFISSIONAIS EXPOSTOS AO CORONAVÍRUS


O vereador Mário dos Santos Campos Júnior – o popular Marinho da Estivas, defensor dos Direitos Humanos e lider da crescente comunidade Estivas, protocolou, no último dia 20 de maio um requerimento reivindicando ao executivo local que profissionais da área da saúde, que estão em franca atividade no combate a pandemia do covid 19, possam ter acesso ao percentual de 40%, teto máximo de insalubridade, adicionado aos seus salários.

Ainda no requerimento o vereador pede que sejam contemplados os ACSs, ACEs, Enfermeiro(a)s, Técnico(a)s de Enfermagem, Psicólogo(a)s e Terapeutas, e sensibilizado diante da situação emergencial que atravessamos, requer que o percentual se estenda, também à Secretaria de Ação Social e Coveiros.

A justificativa do requerimento é que o adicional de insalubridade irá contribuir pra melhoria na qualidade do trabalho desses profissionais e demais categorias que se dedicam diariamente no enfrentamento ao coronavírus, ficando mais vulneráveis e expostos ao risco de contaminação, podendo acabar inseridos em situações angustiantes de stress e ansiedade.

O termo insalubridade é usado para definir o trabalho em um ambiente hostil á saúde. Portanto, causa prejuízo à saúde e ao bem-estar de quem se faz exposto a ela. De forma jurídica, a insalubridade tem a ver com as doenças causadas aos colaboradores ao ficarem expostos a condições nocivas por conta de sua atividade profissional.



147 visualizações
Siga-nos para não perder nenhum post!
  • Instagram - White Circle
  • Blogger - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

© 2020 SM by: Selma Mello

Garanhuns - Pernambuco