• Selma Mello

PERFIL: GIVALDO CALADO DE FREITAS ASSINA PASTAS CULTURA\TURISMO


Givaldo Calado de Freitas nasceu na vizinha cidade de Correntes, tendo chegado em Garanhuns, com os pais, ainda nos braços de sua mãe. Foi batizado na Igreja de São Sebastião, na Boa Vista, bairro em que morou com sua família por alguns anos. Aprendeu as primeiras letras na Escola da Dona Dulcina Galvão, que funcionava na Avenida Santo Antônio, onde, hoje, é o “Shopping Center Brasil”. Depois, foi estudar na Escola de Dona Geraldina Miranda, na Rua José Mariano, antiga Rua do Recife. Em seguida, no Colégio Diocesano de Garanhuns, até o então 2º Ano Clássico, em 1965, ano do cinquentenário do Colégio. O 3º Ano Clássico fez na cidade de Recife, juntamente com o Curso Torres, de preparação ao vestibular de Direito. Ano seguinte, estava na antiga e tradicional Faculdade de Direito do Recife.

Ele começou sua vida muito cedo. Estudando, à noite, para poder trabalhar no comércio, de dia. Aqui, e em Recife.

Foi auditor fiscal; advogado do Banco Nacional da Habitação e da Caixa Econômica Federal.

Hoje, Givaldo centra suas atividades nas indústrias da construção civil e hotelaria.

Membro efetivo da União Brasileira de Escritores - UBE, é, como tal, seu vice-presidente; Membro efetivo da Academia de Letras de Garanhuns e da Academia Internacional de Literatura, Givaldo é cronista e memorialista, e como tal é referido pelo escritor e jornalista Roberto Almeida como “Um patrimônio desta cidade singular do interior do Nordeste. E um homem que poderia morar no Recife, em São Paulo ou no exterior - Austin, São Francisco ou Lisboa, aonde moram seus filhos e netos.

Mas que prefere a tranquilidade da ‘Cidade de Simôa’. De clima ameno; de trânsito ainda suportável, e da convivência com os amigos”.

O também escritor e mestre em línguas Wagner Marques, assim define Givaldo: “O empresário, acadêmico e ex-vereador, Givaldo Calado de Freitas pinça suas publicações da web e segue à risca o que há de mais pulsante na via que deu notoriedade a grandes cronistas brasileiros, tais como: Rubem Braga, Paulo Mendes Campos, João do Rio, Nelson Rodrigues ou Luís Fernando Veríssimo. Só para citar alguns. Igualmente a estes, Givaldo lança seu olhar nas coisas/ fatos/ vivências/ pessoas/ família/ cidade e, através de sua escrita, faz-nos refletir sobre temas múltiplos, advindos de seu cotidiano, de sua familia e amigos. Entusiasta de Fernando Pessoa, Givaldo sempre repete a sentença pessoana: “põe quanto és no mínimo que fazes.”

Nota da Assessoria.

52 visualizações0 comentário
Siga-nos para não perder nenhum post!
  • Instagram - White Circle
  • Blogger - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

© 2020 SM by: Selma Mello

Garanhuns - Pernambuco